Complexo disco-osteofitário

Complexo disco-osteofitário

Por que é importante que eu saiba o que é complexo disco-osteofitário?

A dor na coluna cervical, dor no pescoço, os incômodos no pescoço ou aquela sensação de que quer estalar o pescoço é algo muito frequente na sociedade moderna. Quem de nós, hoje em dia, não fica com o pescoço inclinado para a frente vendo seu celular? Ou então, quem de nós, hoje em dia, não passa horas com o pescoço numa mesma posição, numa mesma postura, às vezes errada, inclinado para a frente vendo sua tela do computador ?

Diante destes hábitos modernos, é muito importante entendermos o que é o complexo disco-osteofitário para podermos evitá-lo, se possível. Em outras palavras, devemos prevenir problemas, e evitar o complexo disco-osteofitário pode significar evitar uma cirurgia na coluna cervical em alguns anos ou em muitos anos. Hoje em dia, pelo nosso estilo de vida, todos nós estamos nos tornando candidatos a uma cirurgia da coluna cervical no futuro.

Agora, não se assuste! Previna-se, faça sua parte, leia este capítulo, entenda o que você deve saber para prevenir uma cirurgia. E, marque uma consulta com nossos especialistas na Clínica Pinheiro Franco, pois cada ser humano é único e só uma consulta com um grande especialista é que realmente vai definir o melhor caminho a ser tomado, principalmente se você já tiver complexo disco-osteofitário na coluna cervical.

O que é o complexo disco-osteofitário?

O complexo disco-osteofitário é o crescimento de osso, normalmente associado a um abaulamento (protrusão) do disco intervertebral na coluna cervical.

O complexo disco-osteofitário não é o tal do bico de papagaio na coluna?

Sim! Você acertou! Na coluna cervical, o disco abaulado junto com o osso que vai crescendo (complexo disco-osteofitário) podem adquirir a forma de um bico de papagaio, ao olharmos um raio-x ou uma tomografia de coluna. O famoso bico-de-papagaio, bastante popular, já assusta todo mundo, mas devemos entender melhor do que se trata, quais as causas, o que ele pode ocasionar, o que podemos fazer para tentar evitá-lo e, como tratá-lo, caso ele já exista.

Quais as causas do complexo disco-osteofitário?

São várias as causas do surgimento do complexo disco-osteofitário: a má postura; o carregamento de peso; levar peso, mesmo que não seja muito pesado, mas repetidamente, dia após dia, como por exemplo uma bolsa pesada, uma mochila com o notebook todos os dias; um exercício mal feito ou mal orientado numa academia. Ao mesmo tempo, vale ressaltar que o complexo disco-osteofitário é um processo natural do envelhecimento das pessoas! (Leia abaixo!).

Quem tem risco de ter complexo disco-osteofitário?

Para entendermos quem tem risco de ter complexo disco-osteofitário, devemos entender antes porque ele aparece. Assim, em primeiro lugar devemos entender que o complexo disco-osteofitário pode se encarado como um resultado do processo natural do passar dos anos, como as rugas na pela, ou a perda de força muscular para se fazer um esporte.

Ué! Mas então o complexo disco-osteofitário pode ser considerado algo normal? De certa forma sim! Mas o problema é que as consequências podem ser muito graves. Nas piores situações, o complexo disco-osteofitário na coluna cervical pode até causar uma tetraplegia, uma perda de movimentos de braços e pernas, e uma perda da normal capacidade de caminhar sem apoio e sem dificuldade. Vamos juntos entender abaixo algumas das situações que podem contribuir para o aparecimento do complexo disco-osteofitário.

Doença degenerativa da coluna e complexo disco-osteofitário (bico de papagaio)

Como já foi exposto neste site de médicos grandes especialistas em tratar problemas da coluna e nervos de braços e pernas, a doença degenerativa da coluna é um processo natural do envelhecimento humano. Em geral depois dos 30 anos de idade, toda pessoa pode vir a ter seus discos da coluna desidratados, degenerados. E essa degeneração dos nossos discos intervertebrais pode levar a uma tentativa do nosso corpo de se equilibrar melhor, de atingir um melhor equilíbrio no plano sagital (lateral). Então, com o tempo, o que pode ocorrer é o osso crescer e adquirir a forma do famoso bico de papagaio. Daí, dois grande problemas podem ocorrer:

Crescimento do complexo disco-osteofitário causando compressão de nervos e da medula espinhal

O bico de papagaio junto à protrusão discal podem crescer para dentro do canal vertebral, causando uma estenose do canal vertebral, uma compressão de nervo que vai para o braço ou para a perna, uma compressão da medula espinhal. E isso pode ser muito grave. Mas só, realmente, em uma consulta médica com especialistas, poderemos analisar a gravidade ou não de ter o complexo disco-osteofitário. Marque agora sua consulta com os nossos grandes especialistas, que têm enorme experiência no tratamento do complexo disco-osteofitário da coluna cervical e lombar.

Complexo disco-osteofitário causando uma estabilização (artrodese natural) da coluna numa posição errada.

O bico de papagaio juntamente com a protrusão discal podem crescer para dentro do canal da medula espinhal. Mas também podem crescer para fora do canal vertebral, pela frente da coluna, determinando uma estabilização natural da coluna. Esta estabilização, fusão, união de vértebras é a artrodese natural da coluna.

A artrodese natural pode ocorrer fundindo as vértebras numa posição inadequada, gerando tensão na musculatura da coluna cervical. Dr. Pinheiro Franco publicou recentemente em Nova Iorque pela famosa editora Thieme (EUA) o primeiro livro internacional que trata extamente do assunto destas linhas: o equilíbrio lateral da coluna. Sim ! Você está no site internet da Clínica certa. Os Drs. Pinheiro Franco são precursores internacionais nos conhecimentos do equilíbrio sagital (lateral) da coluna, assim, antes de seu tratamento, antes de sua cirurgia, venha mostrar seu caso, venha se aconselhar conosco, pois o equilíbrio lateral da coluna é coisa série, e procedimentos, tratamentos inadequados podem trazer consequências sérias para sua qualidade. O objetivo maior da Clínica Pinheiro Franco é a segurança dos seus nervos da coluna e dos movimentos de seus braços e pernas.

Uma situação de desequilíbrio lateral da coluna, de forma que as vértebras (ossos) da coluna se fixem numa posição errada (com perda de lordose, ou seja, em cifose) pode levar a uma situação de sintomas crônicos ou recorrentes como: sensação de tensão persistente ou recorrente no pescoço, tensão na base do pescoço crônica que se irradia para ombros. Pode haver perda de movimento do pescoço.

Os sintomas do desequilíbrio lateral (sagital) da coluna e as ações que o fisioterapeuta, educador físico ou personal trainer deverão tomar serão aspectos discutidos nas próximas linhas ou na parte de FAQ deste site.

Quais os sintomas do complexo disco-osteofitário?

A pessoa que tem complexo disco-osteofitário na coluna cervical pode apresentar os seguintes sintomas abaixo, isolados ou combinados. É importante lembrar que a presença de poucos dos sontomas abaixo não significa necessariamente doença menos grave. Do mesmo modo, a pessoa ter muitos dos sintomas descritos abaixo não significa absolutamente necessidade de cirurgia. A lista abaixo é simplesmente uma lista de possíveis queixas que as pessoas possam apresentar quando têm complexo disco-osteofitário na coluna cervical. Muitos dos sintomas relacionados abaixo ocorrem quando existe compressão/esmagamento da medula espinhal e compressão dos nervos que vão para os braços. O fato é, a consulta com o grande especialista é que deverá ser feita para que as múltiplas variáveis envolvidas na condução do seu caso possam ser analisadas. A prioridade dos neurocirurgiões da Clínica Pinheiro Franco é a segurança e preservação dos movimentos dos seus braços e pernas. Marque já sua consulta e vamos ver juntos o que se passa para resolver seu problema.

  • sensação de tensão no pescoço
  • dor ou incômodo no pescoço
  • torcicolo
  • incômodo que vai do pescoço até a cabeça
  • incomôdo ou dor que pode descer até os ombros
  • dor ou incômodo ao mobilizar o pescoço para trás
  • desconforto ao mobilizar o pescoço para a frente
  • sensação de que o pescoço está duro com dificuldade de olhar para os lados
  • dificuldade para guiar o carro pela sensações acima explicados no pescoço
  • dificuldade para ler um livro devido aos incômodos de não encontrar posição para o pescoço para a leitura
  • dificuldade de se concentrar devido às dores no pescoço
  • perda de movimento fino das mãos
  • dificuldade para tarefas finas como abotoar um botão, escrever
  • sensação de que objetos leves caem da mão
  • formigamento na ponta dos dedos
  • formigamentos de braço e antebraço
  • sensação de que o braço perdeu a força
  • cansaço nos braços
  • cansaço nos braços ao fazer movimentos de elevação dos braços, como secar o cabelo, estender roupa no varal
  • algumas pessoas contam ter tontura ao colocar o pescoço para trás
  • algumas pessoas contam que mãos parece que retorcem, e às vezes com movimentos involuntários.
  • perda de algum movimento da mão ou do braço

O que fazer se tenho complexo disco-osteofitário cervical?

O assunto complexo disco-osteofitário da coluna cervical ou lombar é extremamente complexo. Realmente, só em uma consulta por um grande especialista que poderemos definir o melhor tratamento e entender os reais riscos e benefícios. Venha nos conhecer, traga seus exames? Quanto vale sua saúde e segurança dos nervos que movimentam seus braços, mãos e pernas? Estaremos aqui para ajudá-los. Marque por aqui sua consulta.

Compartilhe

Outras publicações

Outros Tratamentos

Minimamente Invasivo

Biacuplastia intradiscal

Tratamento que consiste em cauterizar as fibras nervosas causadoras de dor que estão dentro do disco vertebral.

Micro Cirurgia
Microcirurgia Zeiss

Microdiscectomia Zeiss

A microdiscectomia é, para o tratamento da hérnia de disco, o que se chama de padrão-ouro (gold standard em inglês). O que isto significa? Significa

Agende uma Tele Consulta

Consulta presencial ou on-line para um diagnóstico preliminar.