Agende consulta presencial ou por video chamada.

Dor na perna pode significar compressão de nervo ciático?

Dor na perna pode significar compressão de nervo ciático?

A compressão de nervos ou medula espinhal (na coluna cervical, torácica ou lombar) pode vir de  várias causas: hérnia de disco, protrusão discal, abaulamento discal, artrose facetária, complexos disco-osteofitários, tumor, trauma.

compressão de nervos espinhais ou da medula espinhal pode exigir a necessidade de uma cirurgia. Os riscos de se permanecer com a compressão da medula espinhal devem ser discutidos com o especialista em coluna e nervos.

Existem pacientes que têm dor na coluna somente,  outros têm irradiação da dor pela coxa, perna até o pé, outros sentem bastante a panturrilha, ou as nádegas, outros tem formigamentos na perna, outros sentem a perna cansada, pesada, outros têm sensação de formigamentos quando andam ou ficam muito tempo em pé. Alguns chegam a ter  algum tipo de perda de movimento ou atrofia de músculos de coxa e perna, até paralisia.

Todos estes sintomas, sozinhos, ou unidos, podem significar que você tenha uma compressão de seu nervo da perna (nervo ciático). 

Os nervos da perna são estruturas nobres do nosso corpo, representam tecido neural, e podem ser comprimido por hérnia de disco ou pelo crescimento de osso (artrose facetaria)  para cima dele nervo.

Uma lesão de nervo da perna pode acarretar consequências gravíssimas para a capacidade de mexer as pernas, no pior dos cenários: uma paralisia.

Quais as causas de compressão de nervo da perna?

A compressão de nervos da perna  (na coluna lombossacra) pode vir de  várias causas: hérnia discal, protrusão discal, abaulamento discal, artrose facetária, complexos disco-osteofitários, tumor, trauma. Os médicos, neurocirurgiões da Clínica Pinheiro Franco estão preparados para escolher o melhor tratamento para você visando a segurança dos seus nervos de braço e perna.

COMPRESSÃO DO NERVO DA PERNA:

compressão de nervo da perna pode exigir a necessidade de uma cirurgia. Os riscos de se permanecer com a compressão de nervo do membro inferior devem ser discutidos conosco de forma série e honesta.

Quando devo operar a coluna por causa de uma compressão de nervo da perna (ciático)?

A decisão sobre a necessidade de uma cirurgia não costuma ser fácil. Muitas vezes, o paciente já vinha sentindo os sintomas há tempos e não fazia ideia do que era a causa.

Os nervos da perna são estruturas delicadas, composta de células neuronais, e eles saem de dentro de um canal, um espaço,  de cima até embaixo na coluna, chamado canal vertebral. Os nervos vão para o membro inferior. Qualquer situação que leve a uma redução do espaço para o nervo, ao sair do canal vertebral pelo buraco neural, ou depois da saída dele através do buraco neural, pode levar a aquilo que chamamos de compressão de nervo. Se a compressão acontecer dentro do buraco de saída do nervo, esta situação recebe o nome canal radicular estreito, ou estenose de forame neural. Muitas vezes pode ser chamada de conflito radicular ou “…está em íntimo contato com o nervo.”  Veja se seu exame de ressonância magnética tem algum(s) deste(s) nomes. O texto abaixo vale a pena ler para todos e, mais ainda, se você encontrou em seu exame alguma das palavras em negrito acima.

Múltiplas variáveis devem ser levadas em conta para decidir sobre se existe indicação ou não de cirurgia e sobre qual o melhor tipo de cirurgia. Assim, somente em uma consulta com grande e minuciosa análise e expertise, podemos, de fato, analisar todas as variáveis envolvidas e determinar o tratamento. Em tempos de Google, WhatsApp e Facebook, nós, médicos e fisioterapeutas da Clínica Pinheiro Franco acreditamos que o mais importante é dar a nossos pacientes a melhor informação disponível, de forma gentil e séria, apontando os pontos a favor e contra de cada técnica. Cuidado com a “publicidade” que existe por aí, que aponta certos tratamentos maravilhosos, milagrosos, sem riscos. Os fatores pró e os fatores contra (os riscos) do tratamento devem ser discutidos em detalhe. Como tudo na vida, toda escolha tem fatores pró e fatores contra. Nosso objetivo é analisar os fatores pró e contra de cada estratégia de tratamento para propor o tratamento mais efetivo e com menor risco ao seus nervos.

 Nossa equipe de neurocirurgiões da Clínica Pinheiro Franco tem formação especializada internacional que permite, em primeiro lugar, avaliar se há necessidade de cirurgia ou não e, em segundo lugar, selecionar o tipo de cirurgia adequado para seu caso.

Se a cirurgia for indicada (devido aos sintomas ligados à compressão do nervo do membro inferior),  podemos realizar esta cirurgia, utilizando a melhor tecnologia disponível, para preservar e proteger os nervos. Nós, médicos da Clínica Pinheiro Franco, fazemos absoluta questão de usar os famosos microscópios alemães Carl Zeiss, que aumentam enormemente a visualização dos nervos, da hérnia de disco, do osso hipertrofiado (artrose facetaria, bico de papagaio). Nosso maior objetivo é tornar sua cirurgia o mais segura possível. É importante lembrar que faremos a menor incisão possível que possibilite a mais segura cirurgia de descompressão do nervo. Nunca optaremos por preservar um centímetro de pele e incorrer em uma chance maior de que você perca seus movimentos da perna.  Além disso, vale ressaltar que utilizamos em todas as nossas cirurgias o sistema de monitorização neurofisiológica “real time” para aumentar a segurança dos seus nervos e medula espinhal durante a cirurgia.

O mais importante para nossa equipe de Neurocirurgiões é a segurança dos seus nervos e de sua medula espinhal.

Qual é a causa de dor do nervo ciático?

O nervo ciático é um nervo que se localiza no membro inferior de todo ser humano. Ele é formado pelas raízes nervosas (nervos) L5 (quinta raiz lombar) e S1 (primeira raiz sacral). O nervo ciático tem um longo trajeto saindo da região da coluna lombossacra descendo até o pé. Na parte inicial do nervo, as raízes nervosas estão muito próximas de estruturas da coluna que são o disco e as articulações facetarias posteriores. Por causa desta proximidade, modificações na estrutura da coluna que acontecem com o passar dos anos (em geral depois dos 30)  podem apertar o nervo e causar dor em todo seu trajeto ou em parte dele. Estas alterações nas estruturas da coluna que acontecem com o passar dos anos chamam-se “doença degenerativa do disco intervertebral” e “espondilose”. O maior livro de referência já escrito sobre a degeneração discal e os tratamentos foi escrito pelo médico autor destas linhas. O livro chama-se “Advanced Concepts in Lumbar Degenerative Disk Disease”, e foi publicado em inglês, na Alemanha.

A dor que desce pela perna é chamada de ciática ou dor no nervo ciático. Muitas vezes a pessoa conta que a dor se inicia nas costas, desce pela nádega, corre pela coxa, descendo pela perna até o pé. Outras vezes a dor é fundamentalmente na perna, outras pessoas contam que têm dor só na nádega. Então muito embora exista uma descrição clássica, conspícua, da localização da dor do nervo ciático, a descrição da dor não é extamente sempre a mesma. Existem casos, por exemplo, de pessoas com aquilo de chamamos de hérnia discal contida , subligamentar, e central, que se muitas vezes se manifesta com dor lombar de forte intensidade , e com irradiação apenas para a nádega.   

Quais posturas do corpo causam dor ciática ou hérnia de disco?

Uma dor ciática pode aparecer após o levantamento de cargas pesadas, com má postura, ou má postura mantida por longos minutos ou longas horas. A ciática pode surgir quando existe manutenção de posição sentada por longos períodos, entre outras. Pode acontecer em pessoas com artrose lombar ou mesmo em mulheres durante a gestação. Um exemplo que se aplica para as dores no pescoço e nos braços seria a manutenção de posições ergonomicamente incorretas adotadas pelos dentistas durante os tratamento. Os profissionais da Área da Odontologia devem prestar muita atenção nisto com o sentido de evitar problemas da coluna, principalmente da coluna cervical (pescoço). Não é raro vermos colegas desta área do conhecimento vindo nos procurar com hérnia de disco de coluna cervical. Caso você tenha alguma pessoa querida, da àrea da Odontologia, com quem queira compartilhar este texto, clique abaixo.

A dor no nervo ciático tem  risco de paralisia da perna?

Sim. A dor ciática pode  ser acompanhada de fenômenos sensoriais (perda ou diminuição da sensibilidade) ou motores (perda de força para determinados movimentos).  Se você perceber que tem perda de algum movimento da perna ou pé, ligue urgente para nós porque pode estar havendo uma grave lesão do nervo ciático. Nesta situação, a demora do atendimento e a demora para remover o fator que está comprimindo o nervo pode acarretar uma sequela, causar uma perda de movimento que pode ser definitiva, às vezes sem recuperação. Outra situação que pode acontecer é a pessoa que já sabe que tem um problema da coluna, uma “dorzinha” , que pode ter irradiação para o braço ou para a perna e a pessoa “vai levando”, e chega um dado momento que a dor diminui e aparece uma atrofia de algum músculo de perna ou braço. Se isso ocorrer, não é um bom sinal, pelo contrário, é o momento de procurar atendimento com rapidez. Caso este seja o seu caso ou de algum conhecido, marque agora uma consulta conosco para tentarmos minimizar o dano.

Artrose ou “Bico de papagaio” tem a ver com dor na perna? Quais são as causas de dor no ciático?

O nervo ciático pode ser comprimido, machucado, lesado, por várias doenças. Várias são as causas de compressão de nervo e dor na perna. A causa mais comum de compressão do nervo para pessoas bem jovens é a hérnia de disco. Já para pessoas acima dos 40 anos, observamos no  dia a dia compressão de nervo por artrose. Acima dos 60 anos, é muito mais provável que a dor na perna venha de compressão do nervo por osso, pela artrose, o chamado “bico de papagaio” e não por uma ruptura aguda do disco (hérnia).

Veja abaixo possíveis causas de dor na perna por compressão de nervo:

 • Hérnia de disco

TODAS ESTAS DOENÇAS EM AZUL DEVEM DIRECIONAR PARA SUAS RESPECTIVAS PÁGINAS NA PÁGINA DOENÇAS DA COLUNA

•  Protrusão discal

Canal vertebral estreito com estreitamento do orifício de passagem do nervo

Espondilolistese (ou seja, escorregamento entre duas vértebras, com estiramento de um ou mais nervos)

Retrolistese (é uma forma de espondilolistese)

Artrose interapofisária associada a estenose do canal lombar e a espondilose. Estas podem estar associadas a uma estenose foraminal lombar pode causar também uma compressão radicular.

Escoliose degenerativa associada a uma artrose interapofisária também pode causar estenose do forame neural  com compressão da raiz nervosa.

 • Estenose de forame neural ( causada por artrose interapofisária associada a espondilolistese degenerativa ).

Assim, todas estas situações relacionadas ao processo degenerativo da coluna podem levar a uma compressão do nervo chamada compressão radicular, do nervo ciático e levar, então à dor na perna. Verifique se encontra estas palavras acima no seu exame de ressonância magnética. Se houver, entre em contato conosco e marque sua consulta agora.

Em resumo, a raiz nervosa comprimida pode ficar inflamada e sofrer isquemia de sua estrutura por uma hipovascularização, pelo prejuízo do porte sanguíneo ao nervo. Finalmente, a principal causa de dor ciática é a hérnia de disco.

O fato de que estou com dificuldade para urinar e  evacuar pode ter a ver com a hérnia de disco?

Sim. Em primeiro lugar, como entendemos, várias doenças podem ocasionar compressão ou estiramento do nervo e daí, a dor na perna. Então, é importante em primeiro lugar definir a causa da dor. A ressonância magnética é o melhor exame para ajudar a esclarecer isto, a mostrar, por exemplo, uma hérnia de disco causando compressão do nervo.

A seguir, precisamos considerar se o paciente tem causas que impliquem a necessidade de uma rápida cirurgia. As razões que merecem cirurgia de urgência são progressiva paralisia ou perda parcial do movimento da perna ou pé. Outra causa de necessidade urgente de cirurgia para hérnia de disco é a famosa “Síndrome da Cauda Equina”.

A Síndrome da cauda equina é uma urgência neurológica causada em geral pela hérnia de disco aguda que comprime os nervos e se caracteriza pela diminuição da sensibilidade da região da “sela” (local do corpo humano que fica em contato com uma sela de montar cavalo), retenção fecal e retenção urinária. O paciente percebe, em geral com estas características associadas, que tem dificuldade para urinar e para evacuar. Se você apresentar estes sintomas, avise-nos com máxima urgência pois sua condição neurológica corre perigo!

Na maioria das vezes, os sintomas acima não acontecem.

Não quero operar a hérnia de disco. Tem solução sem operar para hérnia de disco?

As causas de dor ciática são várias. A hérnia de disco é uma causa importante de dor ciática. Muitas vezes, a hérnia é “desintegrada” pelo nosso organismo. No momento da dor aguda, tremenda, é importante uma análise minuciosa do que ocorre para evitarmos cirurgias desnecessárias. Nós, médicos e fisioterapeutas da Clínica Pinheiro Franco, temos grande conhecimento no manejo de situações como esta e recomendamos fortemente que nos procurem caso seja este o seu caso. Assim pode-se vencer esta batalha sem ter que operar.

Entre as armas importante para combater a dor ciática são os procedimentos percutâneos minimamente invasivos. Entre eles temos a infiltração de coluna,  a rizotomia química percutânea. São procedimentos sem corte em que o paciente recebe alta no mesmo dia. Desinflamam a raiz nervosa sob compressão e aliviam a isquemia do nervo.

Então a resposta para a pergunta é: “Sim, pode-se tratar a dor ciática e não ter que operar hérnia de disco, assim sem nenhum corte de cirurgia”.

Para entender tudo isto, é importante compreender esta situação complexa associada ao envelhecimento da coluna, chamada degeneração discal. A hérnia de disco faz parte de um grande complexo de alterações que ocorrem em nossa coluna chamado “doença degenerativa do disco intervertebral”. Assim, se quiser entender mais sobre hérnia de disco, é fundamental entender mais sobre o que é a “doença degenerativa do disco intervertebral”. Dr. Pinheiro Franco escreveu o 1º. Livro em português sobre a degeneração discal e seu tratamento. O livro tem 37 capítulos e quase 400 páginas.

A repercussão na comunidade científica lusofona foi muito boa e Dr. Pinheiro Franco decidiu que deveria colocar esse material sobre dor na coluna disponível para médicos, cirurgiões e fisioterapeutas do mundo inteiro. Contactou a célebre editora SPRINGER, da Alemanha, com notável reputação na publicações de livros da área da saúde e obteve o aceite dos alemães para a realização de um trabalho maior ainda, a publicação do maior livro existente dedicado profundamente ao conhecimento da degeneração do disco intervertebral, suas consequências (hérnia, artrose, “bico de papagaio” no jargão popular) e os tratamentos, avançando até o futuro do tratamento, como uso de células tronco e robótica. O livro, resultado então de quase 3 anos de árduo trabalho para colocar a ciência da coluna de boa qualidade junta, resultou em quase 900 páginas de informação de alta qualidade sobre o assunto. Recebemos recentemente a informação de que nosso livro alcançou, já em 2 anos, a posição de “25% top downloaded Springer books worldwide”. Em português, nosso livro foi um dos 25% livros mais baixados na internet da Editora SPRINGER, sendo que todas especialidades médicas foram incluídas nesta pesquisa. Em outras palavras, médicos e profissionais da Saúde do mundo inteiro vem se informando com o livro do Dr. Pinheiro Franco.

Assim, faça como eles, venha aqui na Clínica Pinheiro Franco se informar. Agende agora sua consulta.

Como vê, você está em um site de grandes especialistas com enorme expertise internacionalmente capacitados para tomar a melhor decisão em relação ao seu caso.

BOTÃO WHATTSAPP DE AGENDE SUA CONSULTA

QUEM DEVO PROCURAR  SE TENHO DOR NO NERVO CIÁTICO?

Diante do enorme número de técnicas, o paciente, ao ter um problema, como uma hérnia de disco com dor ciática, fica totalmente confuso com a enorme possibilidade de tratamentos que ele ouve e que ele encontra, também lendo no Google. O objetivo dos médicos da Clínica Pinheiro Franco é dar a você a chance da análise e sugestão de escolha do melhor tratamento para o seu caso em particular.  Para tanto, nosso Diretor da Clínica Pinheiro Franco, o Dr. João Luiz Pinheiro Franco trabalha arduamente no controle de qualidade do que é publicado em ciência da Coluna Vertebral e Neurocirurgia.

Mas, como ele faz isto?  Ele é o único brasileiro membro do Corpo Editorial dos 4 respeitados jornais científicos internacionais: Jornal Norte- Americano de Coluna SPINE, jornal europeu de coluna European  Spine Journal, jornal norte americano Clinical Spine Surgery e o jornal oficial da Federação Mundial de Sociedades de Neurocirurgia: jornal World Neurosurgery.

Dr. Pinheiro Franco analisa o que é boa ciência e o que não é boa ciência. Não confie nas “fake news” ou na má informação. Elas vão apenas deixá-lo confuso, desnorteado, sem saber o que fazer, e trazer dúvidas mais ainda.  Venha em direção à boa informação internacionalmente validada. Venha se consultar com grandes autoridades no assunto da doença degenerativa do disco.

Nossa enorme experiência contribui para que nós de nossa equipe possamos analisar os prós e contras de cada técnica e propor o que há de melhor para a segurança de  seus nervos da perna  e sua coluna.

O mais importante para nós é a segurança do seu nervo que está machucado.

A MELHOR DECISÃO SOBRE O QUE FAZER COM SEU CASO SERÁ FUNDAMENTAL PARA A MELHORIA DA SUA QUALIDADE DE VIDA.

Em resumo, venha nos conhecer, mostre seu caso, traga seus exames e procuraremos o melhor tratamento para você. Nosso objetivo é a sua melhor qualidade de vida.

Clínica Pinheiro Franco,

Neurocirurgia e Coluna vertebral,

45 anos de confiança.

Uma história de pai e de filho.

Uma história de luta pelo nosso maior bem.

Uma história pela Qualidade de Vida de nosso pacientes.

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Outras publicações

biacuplastia
Minimamente Invasivo

Biacuplastia intradiscal

Tratamento que consiste em cauterizar as fibras nervosas causadoras de dor que estão dentro do disco vertebral.

Outros Tratamentos

Micro Cirurgia
Microcirurgia Zeiss

Microdiscectomia Zeiss

A microdiscectomia é, para o tratamento da hérnia de disco, o que se chama de padrão-ouro (gold standard em inglês). O que isto significa? Significa

Agende uma Tele Consulta

Consulta presencial ou on-line para um diagnóstico preliminar.

Desculpe, este conteúdo é protegido.

Seu problema TEM TRATAMENTO!

Não se preocupe, nós ligamos para você!

Covid-19

Caros Pacientes da Clínica Pinheiro Franco,

Diante do cenário global frente ao coronavírus, faremos também, TELE ATENDIMENTO MÉDICO visando continuar nossas atividades e manter o atendimento a todos os nossos pacientes.

Quem tiver interesse, a partir de agora, como não sabemos a duração da epidemia, deve enviar WhatsApp para os telefones:

Para agendar sua consulta on-line com horário marcado. 

Orientaremos como será feita a consulta através de um WhatsApp de resposta. 

Atenciosamente, 
EQUIPE DA CLÍNICA PINHEIRO FRANCO