Agende consulta presencial ou por video chamada.

Dor no braço e incômodo no pescoço podem ter a ver com a coluna?

Dor no braço e incômodo no pescoço podem ter a ver com a coluna?

 

Você já teve dor no pescoço persistente, torcicolos, sensação de “estalos” no pescoço (tipo “estou crocante”), sensação de pescoço mais duro, com menos mobilização? Já sentiu dor do pescoço irradiando para cabeça e ou dor indo para o braço? Chegou a ter formigamentos no braço e ou algum tipo de perda de movimento, atrofia, de músculos de membro superior, braço, mão?

Todos estes sintomas, sozinhos, ou unidos, podem significar que você tenha uma compressão de seu nervo do braço (nervo que sai da região da coluna cervical, no pescoço). 

Os nervos da coluna cervical são estruturas nobres do nosso corpo, representam tecido neural, e podem ser comprimidos por hérnia de disco ou pelo crescimento de osso (artrose facetaria, ou “bico de papagaio”)  para cima dele, nervo.

Uma lesão de nervo do membro superior pode acarretar consequências gravíssimas para a capacidade de mexer o braço, no pior dos cenários: uma perda de certo movimento do braço, mão ou de dedos, até uma paralisia.

Quais as causas de compressão de nervo da coluna cervical (pescoço)?

A compressão de nervos que vão para o braço e mão  (na coluna cervical) pode vir de  várias causas: hérnia discal, protrusão discal, abaulamento discal, artrose facetária, complexos disco-osteofitários, tumor, trauma.

compressão de nervo no membro superior pode exigir a necessidade de uma cirurgia. Os riscos de se permanecer com a compressão de nervo do membro superior devem ser discutidos conosco de forma bastante atenciosa e honesta.

Quando devo operar a coluna por causa de uma compressão de nervo na coluna cervical ?

A decisão sobre a necessidade de uma cirurgia não costuma ser fácil. Muitas vezes, o paciente já vinha sentindo os sintomas há muito tempo e não fazia ideia do que era a causa. Outras vezes o sintoma é agudo.

Os nervos que saem da coluna cervical para os braços são estruturas muito delicadas, composta de células neuronais, e eles saem de dentro de um canal, um espaço chamado canal vertebral, que vai de cima até embaixo da coluna. Após saírem do canal vertebral através de um buraco chamado forame neural, o nervo vai para o membro superior. Qualquer situação que leve a uma redução do espaço para o nervo, seja ao atravessar o buraco neural ou seja depois de sair do buraco neural, pode levar a aquilo que chamamos de compressão do nervo. Se a compressão do nervo for dentro do buraco de passagem do nervo, esta situação recebe o nome canal radicular estreito, ou estenose de forame neural.  Verifique se na sua ressonância magnética existe uma ou mais destas palavras. Se houver, você está no lugar certo, aproveite a leitura, mas marque sua consulta agora porque uma leitura nunca substitui uma consulta especializada porque existem inúmeras variáveis a serem estudadas para a melhor tomada de decisão sobre o que fazer.

Todo tratamento tem risco e benefício e o paciente deve ser muito bem informado disto.

Múltiplas variáveis devem ser levadas em conta para decidir sobre a indicação e o tipo de cirurgia. Assim, somente em uma consulta com enorme atenção,  minuciosa análise e grande experiência,  podemos, de fato, analisar todas as variáveis envolvidas e determinar o tratamento. Os fatores pró e os fatores contra (os riscos) do tratamento devem ser discutidos em detalhe. Como tudo na vida, toda escolha tem fatores pró e fatores contra. A parte fácil é falar dos fatores pró. Mas temos sempre que expor os fatores negativos de cada estratégia de tratamento. A seriedade, a honestidade são fundamentais.  Os 45 anos da Clínica Pinheiro Franco retratam que nosso objetivo é analisar os fatores pró e contra de cada estratégia de tratamento para propor o tratamento mais efetivo e com menor risco aos seus nervos do membro superior, antebraço, braço, mão e dedos.

 Nossa equipe de neurocirurgiões da Clínica Pinheiro Franco tem formação especializada internacional, aliando Neurocirurgia e Tratamento da Coluna, que nos permite, em primeiro lugar, avaliar se há necessidade ou não de cirurgia  e, em segundo lugar, selecionar o tipo de tratamento ou cirurgia adequado para seu caso.

Se a cirurgia for indicada (devido aos sintomas ligados à compressão do nervo do membro superior),  podemos realizar esta cirurgia, utilizando a melhor tecnologia disponível, para preservar e proteger os nervos. Nós, médicos da Clínica Pinheiro Franco, fazemos absoluta questão de usar os famosos microscópios alemães Carl Zeiss, que aumentam enormemente a visualização dos nervos, da hérnia discal. Nosso maior objetivo é tornar sua cirurgia o mais segura possível. É importante lembrar que faremos a menor incisão possível que possibilite a mais segura cirurgia de descompressão do nervo. Nunca optaremos por preservar um centímetro de pele e incorrer em uma chance maior de que você perca seus movimentos do braço e mão.  Além disso, vale ressaltar que utilizamos em todas as nossas cirurgias o sistema de monitorização neurofisiológica “real time” (tempo real)  para aumentar a segurança dos seus nervos  durante a cirurgia.

O mais importante para nossa equipe de Neurocirurgiões é a segurança dos seus nervos.

Dentistas têm mais hérnia de disco da coluna cervical?

Inicialmente, devemos explicar que os nervos que vão para os braços saem da medula espinhal que é uma espécie de tubo de neurônios que desce até embaixo na região lombar dentro de um canal fechado chamado canal vertebral.   Na parte inicial do nervo, após ele sair da medula espinhal, a raiz nervosa  está muito próxima  de estruturas da coluna que são o disco, o processo unciforme e as articulações facetarias posteriores. Por causa desta proximidade, modificações na estrutura da coluna que acontecem com o passar dos anos (em geral depois dos 30)  podem apertar o nervo e causar dor em todo seu trajeto ou em parte dele. Esta dor pode ir pelo membro superior  até os dedos da mão.

Muitas vezes a pessoa conta que a dor se inicia no pescoço, desce pelo ombro, braços, até a mão e dedos.  Outras vezes a dor é fundamentalmente no braço e menos no pescoço.    

A dor de nervo do membro superior pode aparecer após o levantamento de cargas pesadas, com má postura (postura de trabalho de dentistas, por exemplo), manutenção de posições não fisiológicas por longos períodos, entre outras. Assim, existe sim um grande número de profissionais da área da odontologia que nos procura com hérnia de disco. Procuramos orientá-los de que o fator postural e modificações deste aspecto podem ser fundamentais para se tentar evitar uma cirurgia de hérnia de disco cervical. Nossa equipe de fisioterapia está integrada no sentido de dar a melhor orientação de ergonomia aos profissionais dentistas. Aos colegas da Odontologia: nossa Clínica tem enorme expertise da coluna cervical. Marque agora sua consulta.

INSERIR AQUI BOTÃO WHATSAPP DE AGENDE UMA CONSULTA

A dor no braço por hérnia de disco pode trazer  risco de paralisia de algum movimento do braço e mão?

Sim. A dor no membro superior  pode  ser acompanhada de fenômenos sensoriais (perda ou diminuição da sensibilidade) ou motores (perda de força para determinados movimentos).  Se você perceber que tem perda de algum movimento de dedos, mão, braço, antebraço, ligue urgente para nós porque pode estar havendo uma grave lesão do seu nervo. Se notar que existe uma atrofia da musculatura do membro superior que seja assimétrica, diferente dos dois lados do nosso corpo, isto pode representar uma lesão grave do nervo na coluna cervical. Nestas situações, a demora do atendimento, a espera, a demora se consultar, a demora para remover o fator que está comprimindo o nervo pode acarretar uma sequela, uma perda de movimento definitiva, uma atrofia e uma fraqueza definitivas, muitas vezes sem recuperação.

Artrose tem a ver com dor na braço? Quais são as causas de dor no braço relacionadas à coluna cervical?

O nervo da coluna cervical pode ser comprimido, machucado por várias doenças. Várias são as causas de compressão de nervo e dor na coluna cervical. A causa mais comum para pessoas mais jovens é a hérnia de disco. Já para pessoas acima dos 40 anos, observamos no  dia a dia que a compressão de nervo por artrose é causa que se torna mais ferquente. Acima dos 60 anos, é muito mais provável que a dor irradiada para o membro superior  venha de compressão do nervo por osso (artrose facetaria, “bico de papagaio”), e não por uma ruptura aguda do disco (hérnia).

Veja abaixo possíveis causas de dor no braço por compressão de nervo:

 • Hérnia de disco na coluna cervical

TODAS ESTAS DOENÇAS EM AZUL DEVEM DIRECIONAR PARA SUAS RESPECTIVAS PÁGINAS NA PÁGINA DOENÇAS DA COLUNA

•  Protrusão discal (abaulamento discal) na coluna cervical

Canal vertebral estreito com estreitamento do orifício de passagem e compressão da medula espinhal

  • Estenose de forame neural ( estreitamento do orifício de passagem e compressão de nervo na coluna cervical causada por artrose interapofisária /hipertrofia unciforme/”bico de papagaio”).

Espondilolistese (ou seja, escorregamento entre duas vértebras, com estiramento de um ou mais nervos)

Retrolistese (é uma forma de espondilolistese)

Artrose interapofisária associada a estenose do canal e a espondilose,  e que cause uma estenose foraminal lombar podendo ser causa também uma compressão radicular.

Hipertrofia unciforme associada a estenose do canal e a espondilose,  e que cause uma estenose foraminal com compressão radicular.

Assim, todas estas situações relacionadas ao processo degenerativo da coluna podem levar a uma compressão do nervo chamada compressão radicular, do nervo da coluna cervical e levar, então à dor no braço. A raiz nervosa comprimida pode ficar inflamada e sofrer isquemia. Por último, a principal causa de dor no braço relacionada à coluna é a hérnia de disco.

Equipes de Cirurgia da Clínica Pinheiro Franco e a Coluna Cervical

Não quero operar a hérnia de disco. Tem solução sem operar para hérnia de disco?

As causas de dor no nervo que vai para o braço são várias. A hérnia de disco é uma causa importante de dor que se irradia pelo membro superior até a mão. Muitas vezes, pode acontecer de, com o tempo, a hérnia que comprime o nervo na coluna cervical, ser “desintegrada” pelo nosso organismo. Assim pode-se vencer esta batalha sem ter que operar.

Entre as armas importante para combater a dor de braço (nervo do membro superior) originada da coluna cervical estão os procedimentos percutâneos minimamente invasivos. Entre eles temos a infiltração de coluna,  a rizotomia química percutânea. São procedimentos sem corte em que o paciente recebe alta no mesmo dia. Desinflamam a raiz nervosa sob compressão e aliviam a isquemia do nervo.

Então a resposta para a pergunta é: “Sim, pode-se tratar a dor do nervo comprimido e não ter que operar hérnia de disco, assim sem nenhum corte de cirurgia”.

Para entender tudo isto, é importante compreender esta situação complexa associada ao envelhecimento da coluna, chamada degeneração discal. Dr. Pinheiro Franco escreveu o 1º. Livro em português sobre a degeneração discal e seu tratamento. O livro tem 37 capítulos e quase 400 páginas. Como vê, você está em um site de grandes especialistas com enorme expertise internacionalmente capacitados para tomar a melhor decisão em relação ao seu caso. Marque agora sua consulta com nossos especialistas em coluna.

BOTÃO WHATTSAPP DE AGENDE SUA CONSULTA

QUEM DEVO PROCURAR  SE TENHO DOR NO NERVO CIÁTICO?

Diante do enorme número de técnicas, o paciente, ao ter um problema, como uma hérnia de disco com dor de nervo do membro superior, fica totalmente confuso com a enorme possibilidade de tratamentos que ele ouve e que ele encontra, também lendo no Google. O objetivo dos médicos da Clínica Pinheiro Franco é dar a você a chance da escolha do melhor tratamento para o seu caso em particular.  Para tanto, nosso Diretor da Clínica Pinheiro Franco, o Dr. João Luiz Pinheiro Franco trabalha arduamente no controle de qualidade do que é publicado em ciência da Coluna Vertebral e Neurocirurgia.

Mas, como ele faz isto?  Ele é o único brasileiro membro do Corpo Editorial dos 4 respeitados jornais científicos internacionais: Jornal Norte- Americano de Coluna SPINE, jornal europeu de coluna European  Spine Journal, jornal norte americano Clinical Spine Surgery e o jornal oficial da Federação Mundial de Sociedades de Neurocirurgia: jornal World Neurosurgery.

Dr. Pinheiro Franco analisa o que é boa ciência e o que não é boa ciência. Não confie nas “fake news” ou na má informação. Elas vão apenas deixá-lo confuso, atrapalhado, e trazer dúvidas mais ainda.  Venha na direção da boa informação, internacionalmente validada. Venha se consultar com grandes autoridades no assunto da doença degenerativa do disco.

Nossa enorme experiência contribui para que nossa equipe possa analisar os prós e contras de cada técnica e propor o que há de melhor para a segurança de  seus nervos da perna  e sua coluna, para a preservação dos seus movimentos.

O mais importante para nós é a segurança do seu nervo que está machucado.

A MELHOR DECISÃO SOBRE O QUE FAZER COM SEU CASO SERÁ FUNDAMENTAL PARA A MELHORIA DA SUA QUALIDADE DE VIDA.

Em resumo, venha nos conhecer, mostre seu caso, traga seus exames e procuraremos o melhor tratamento para você.

Clínica Pinheiro Franco,

Neurocirurgia e Coluna vertebral,

45 anos de confiança.

Uma história de pai e de filho.

Uma história de luta pelo nosso maior bem.

Uma história pela sua Qualidade de Vida.

Dr. Pinheiro Franco explica sobre os nervos da coluna cervical.

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Outras publicações

biacuplastia
Minimamente Invasivo

Biacuplastia intradiscal

Tratamento que consiste em cauterizar as fibras nervosas causadoras de dor que estão dentro do disco vertebral.

Outros Tratamentos

Micro Cirurgia
Microcirurgia Zeiss

Microdiscectomia Zeiss

A microdiscectomia é, para o tratamento da hérnia de disco, o que se chama de padrão-ouro (gold standard em inglês). O que isto significa? Significa

Agende uma Tele Consulta

Consulta presencial ou on-line para um diagnóstico preliminar.

Desculpe, este conteúdo é protegido.

Seu problema TEM TRATAMENTO!

Não se preocupe, nós ligamos para você!

Covid-19

Caros Pacientes da Clínica Pinheiro Franco,

Diante do cenário global frente ao coronavírus, faremos também, TELE ATENDIMENTO MÉDICO visando continuar nossas atividades e manter o atendimento a todos os nossos pacientes.

Quem tiver interesse, a partir de agora, como não sabemos a duração da epidemia, deve enviar WhatsApp para os telefones:

Para agendar sua consulta on-line com horário marcado. 

Orientaremos como será feita a consulta através de um WhatsApp de resposta. 

Atenciosamente, 
EQUIPE DA CLÍNICA PINHEIRO FRANCO