Tenho anterolistese grau 1. Isto é grave?

Tenho anterolistese grau 1. Isto é grave?

Seule l’action peut donner la paix.” (Somente a ação pode dar a paz.)

Robert Charbonneau, em “Chronique de l´âge amer.”

Tome a ação, e agende sua consulta na Clínica Pinheiro Franco.

Descobri que tenho anterolistese grau 1. E agora? O que fazer? Isto é grave? Qual o risco para minhas pernas, para minha capacidade de me locomover? Tem que operar? Qual o risco de operar? Quais os tratamentos? Qual o risco de não operar? São tantas dúvidas que a pessoa não sabe nem por onde começar! Vamos então ajudá-lo a tomar a boa ação.

O que é anterolistese grau 1 ?

Para entendermos muitas coisas, muitas palavras, devemos entender a etmologia, ciência que estuda a origem das palavras. Antero significa frente. Olisthesis (do grego) significa deslizamento, deslocamento, escorregamento. Então anterolistese quer dizer deslizamento para a frente. Anterolistese vertebral significa o escorregamento de uma vértebra para a frente da coluna em relação à vértebra posicionada em baixo dela. Grau 1 significa um pequeno deslizamento vertebral. E esta situação pode ser estável ou instável. A anterolistese é um tipo de espondilolistese (deslizamento de vértebra). Veremos isto mais à frente.

Qual a causa da anterolistese vertebral grau 1 ?

Há algumas causas para a anterolistese vertebral grau 1. Mas, a real causa mais comum apareceu pela primeira vez em um grande livro internacional, recentemente, em Nova Iorque, Estados Unidos da América. Este grande livro que explica a causa da anterolistese e seus tratamentos foi realizado pela famosa editora THIEME e quem o publicou é exatamente o neurocirurgião autor das linhas que Você lê neste exato momento. Sim! Um brasileiro, especialista e autoridade no assunto, ao alcance de sua consulta, Dr. Pinheiro Franco.

O livro norte-americano feito pelo Dr. Pinheiro Franco intitula-se “The sagittal Balance of the Spine. From Normal to Pathology: a Key for Treatment Strategy”. (O equilíbrio lateral da Coluna. Do Normal à Patologia: a Chave para a Estratégia de Tratamento.”). Caso você tenha anterolistese grau 1, tome a ação e marque sua consulta.

A causa mais frequente da anterolistese vertebral grau 1 é a morfologia da bacia e coluna de uma pessoa. Ué! Como assim? Como a forma da coluna e bacia de alguém pode determinar uma doença, um escorregamento vertebral? Pois, todos temos a curva da região lombar, chamada lordose. Às vezes, uma moça vem em consulta dizendo que tem lordose e que ela acha que este é o problema que causou dor na coluna dela. Vale lembrar que todos temos essa curva na coluna lombar, para trás. O que a moça está dizendo é que ela tem uma hiperlordose. Lembrem-se: todos temos lordose. É a presença da lordose lombar que permite uma situação de equilíbrio lateral da coluna que nos mantém em pé. A lordose é a peça fundamental no bipedalismo, na capacidade de nos mantermos em pé.

Agora, as pessoas têm padrões de forma de lordose diferentes. Mais lordose, menos lordose. Lordoses de um jeito ou de outro. A lordose pode ter ângulos distribuídos diferentemente entre as vértebras. E, dependendo deste tipo de distribuição de ângulos das vértebras lombares, uma vértebra pode, sim, deslizar para a frente em relação à vértebra debaixo dela. Entenderam? O tipo de lordose de uma pessoa vai influenciar o que vai acontecer com a coluna dela no futuro. Entenderam agora a importância do livro do Dr. Pinheiro Franco? Entenderam por que a prestigiadíssima editora Thieme, de Nova Iorque, quis que o Dr. Pinheiro Franco publicasse com eles este grande livro? Nova Iorque soube ver o valor do Dr. Pinheiro Franco. Venha você em consulta e dê valor à sua saúde. Venha com este grande especialista e vamos selecionar o adequado tratamento.

Tudo é uma questão anatômica, da morfologia de cada um.

“Aja como se a vontade de sua ação devesse ser criada pela lei universal da Natureza”

Emmanuel Kant , em Fundamentos da Metafísica dos Humores.

Aja e agende sua consulta e vamos, juntos, melhorar sua vida.

Doenças associadas e que influenciam o tipo de tratamento da anterolistese grau 1:

Perceberam a quantidade de doenças associadas à anterolistese grau 1 ? É enorme! Por isso, pode existir grande variabilidade nas opções de tratamento! Então, a expertise dos especialistas da Clínica Pinheiro Franco a(o) ajudará a guiá-la (o) no caminho da melhor seleção de tratamento de sua anterolistese grau 1.

Qual o tratamento da anterolistese vertebral grau 1?

Como perceberam, existe um grande número de doenças associadas à anterolistese grau 1 que interferem e influenciam nos sintomas e nas possibilidades de tratamentos. Não existe, então, receita de bolo. Nossa consulta com expertise avaliará tudo e poderemos encontrar o caminho com ações corretas. Agora, de qualquer forma, colocamos uma lista abaixo com algumas das possibilidades de tratamento, que muitas vezes são feitas associadas umas às outras.

Compartilhe

Outras publicações

Outros Tratamentos

Minimamente Invasivo

Biacuplastia intradiscal

Tratamento que consiste em cauterizar as fibras nervosas causadoras de dor que estão dentro do disco vertebral.

Micro Cirurgia
Microcirurgia Zeiss

Microdiscectomia Zeiss

A microdiscectomia é, para o tratamento da hérnia de disco, o que se chama de padrão-ouro (gold standard em inglês). O que isto significa? Significa

Agende uma Tele Consulta

Consulta presencial ou on-line para um diagnóstico preliminar.